domingo

Com a filha Patricia.

Isto é uma história entre pai e a filha,ele chama-se Sr. João e tem 51 anos casado e com duas filhas a Filipa de 19 anos e a Patricia de 29 anos e é viajante,Certo dia,Patricia casada e com um filho,precisava sair por questões de trabalho e pediu a seus pais se podiam ficar com o filho de 5 anos por uns dias,ao que eles sem problemas aceitaram.Passados dois dias elaregressou a casa e pediu a seus pais para seu filho lá ficar porque ela precisava de resolver uns assuntos.Preocupado Sr. João aceitou mas no final de jantar resolveu ir a casa da filha para ver se tava tudo bem e lá foi,quando chegou sua filha estava com um ar cansado a escrever uns papeis.Depois de uma conversa ela confessou a seu pai que as coisas não estavam bem com seu marido que nunca estava presente e que precisava de ficar sozinha para pensar,e cansada disse a seu pai que se ai deitar.Sr. João ficou peocupado e ficou mais um pouco ate sua filha adormecer para se certificar que ela ficava bem,passado 1 hora resolveu ir para sua casa passando primeiro pelo quarto de sua filha que dormia profundamente de tanto cansaço.Ele entrou e avançou para se despedir de sua filha,Patricia dormia apenas de cueca e sem camisola,deitada de lado e um pouco destapada.Era uma noite quente de verão,passou a ideia de a tapar porque podia arrefecer e quando vai para puxar o lençol para cima,eis que parou e como que bloqueou e começou a olhar para corpo de sua filha.Sentiu uma calafrio e uma sensação estranha,ao ver sua filha quase nua á sua frente,ajoelhou-se á beira da cama e puxou os lençois ainda mais para baixo deixando Patricia completamente destapada sobre a cama,ela dormia profundamente e nada sentia.Sr.João começou a sentir uma ereção e perguntou como era possivel sentir isto ao ver sua propria filha,a verdade é que seu pensamentos em sua cabeça lhe diziam para ele tocar em sua filha,não conseguindo se conter mesmo sabendo que era errado acaba por tocar em um seio de sua filha e começou acaricia-la e apalpá-la.Encaixou sua mão toda na mama de sua filha Patricia que continuava a dormir sem dar conta de nada,ele mudava de um seio para o outro com caricias suaves em sua filha até que de repente sentiu os bicos das mamas de sua filha ficarem duros.Sem se conseguir conter levou sua boca em direcção aos seios dela e começou a chupar e a lember sem dar conta de que sua filha podia acordar.Seu pénis estava ereto e duro como ele já não sentia à muitos anos e sabendo que sua atitude não era correcta porque se estava excitar com a sua própria filha,a verdade é que seu desejo não o deixava pensar direito,nem parar.A mão esquerda de Sr.João abandona um dos seios de sua filha e avança lentamente pela sua barriga abaixo de encontro á cueca de sua filha e sem pensar duas vezes seus dedos entram dentro da cueca e começa a tocar em seus pelos.Dormindo Patricia solta um primeiro suspiro suave e sua respiração mudava de tom,ele sem conseguir recuar desce um pouco mais seus dedos que encontram a vagina de sua filha e começa acariciar seus lábios vaginais.Mesmo dormindo sua filha volta a soltar um gemido timido e sem querer abre um pouco a perna,permitindo aos dedos de seu pai um melhor acesso ao buraquinho de sua cona.Sr.João com uma tesão enorme,abandona as mamas de sua filha e vai abrir suas calças para tirar seu pau para fora que doia de tanta excitação e começa com um dedo a enfiar dentro da rata de Marisa,enfiou seu dedo todo e ela gemeu novamente mesmo dormindo.Com uma mão ele agarrava seu pau duro e tocava-o e com a outra mão enfiava o dedo na cona de sua filha e arrisca a tira-lo e a voltar a po-lo numa sequencia que começava a mexer mais intensamente com ela.De repente ela volta-se e fica de barriga para cima continuando a dormir,deixando seu pai com medo que ela acordasse e o apanhasse a fazer aquilo.Sem se conter Sr.João mete mais um dedo na rata dela e começa num vai e vem o que faz com que Marisa suspire e gema de prazer no entanto sem acordar,ele pára um pouco e diz baixinho para ele próprio " meu deus tou a foder minha filha com os dedos",Patrcia involuntáriamente abre uma perna toda,ficando sua cona toda á mercê de seu pai que a continuava acariciar e enfiar os dedos num vai e vem que fazia a rata de sua filha ficar humida.De repente ele pára e diz que tem de beijar aquela cona linda e peluda de Patricia,sem mais puxa a cueca para o lado e fica com aqueles lábios á mostra e sem conseguir resistir começa a lember e a beijá-los,sua lingua percorria cada centimetro da cona dela.Sua filha gemia neste momento e começava a mexer-se na cama até que acorda e dá com seu próprio pai a lamber sua cona,o prazer e a excitação daquele acto de loucura e proibição não conseguia fazer com que ela dissesse alguma coisa a seu pai,muito menos pedir para ele parar.Sr.João pára por momentos e tira a cueca de sua filha e abre-lhes as pernas na totalidade e volta a mergulhar sua boca e sua lingua na cona de sua filha.Patrcia via seu pai fazer algo que nunca imaginou ser possivel e estava a gostar,ela mordia seus lábios e se agarrava com força nos lençõis de sua cama e olhando para o fundo avista o pau de seu pai teso e duro.Nisto começa a pensar "que pau grande tem meu pai apesar dos seus 51 anos,e sente o desejo de o por na boca",e sem medo ganha coragem e pede a seu pai se pode ver seu pénis.Um pouco surpreendido ele aceita e ve a filha a pedir para ele se aproximar dela,Patricia tinha agora o penis de seu pai a centimetros de sua boca e sem demoras começa a lembe-lo deixando seu pai louco de prazer,depois mete-o na boca e começa a chupa-lo todo fazendo seu pai explodir todo seu leite que guardava á muitos anos em sua cara e boca.Sr. João diz para sua filha que nunca nenhuma mulher lhe tinha feito aquilo ao que ela responde que só ainda tinha feito duas vezes ao seu marido e que ele era o primeiro homem que fazia sem ser o seu marido.Ao ouvir aquelas palavras Sr. João ganha nova ereção e ainda com seu penis duro de novo e molhado do leite que derramou na cara da filha,abre-lhe as pernas e enfia seu pau na rata dela e dá-lhe várias estocadas num vai vem forte,a filha admirada com a força de seu pai naquela idade deixa que ele viva aquele momento de loucura enfiando seu pau dentro de sua cona.Ela sentia-o bem fundo num entra e sai constante e gemia,suspirava,sua respiração era rápida e Patricia fechava os olhos para tirar o maior prazer daquela noite de amor com seu pai.Perdido de desejo ao foder sua filha,Sr.João não consegue parar e continua a enfiar o seu pau todo dentro de sua filha e minutos depois dando um grito vem-se em cima da barriga e das mamas dela.Morto de cansaço os dois trocam um beijo de boa noite e juram guardar segredo e Patricia acaba por adormecer novamente e seu pai vai para sua casa,toma um banho e deita-se ao lado de sua esposa como se nada tivesse acontecido.Passados uns dias a vida era normal apesar de ele continuar a pensar naquela noite em que fez amor com sua filha Patrcia,mas de repente seu pensamento virou-se para sua filha mais nova Filipa de 18 anos que só vinha a casa ao fim de semana porque estava a estudar na faculdade longe de casa e pensou para ele se devia de foder a Filipa também ou se devia esquecer o que aconteceu com a Patricia.
FIM